• 1
  • 1

Você sabia que existem diferentes técnicas de redução? Apesar de todas elas terem um objetivo em comum, há diferenças nas técnicas como um todo e suas indicações que valem muito a pena conhecer.

Eu, como cirurgião bariátrico, atualmente realizo 3 técnicas, sendo elas: a Gastroplastia Endoscópica,  o Bypass Gástrico e o Sleeve Gástrico.

  • Gastroplastia Endoscópica

O que é?

A gastroplastia endoscópica é uma intervenção no estômago que ocorre sem a realização de nenhum tipo de corte, no qual o órgão tem seu tamanho reduzido por meio de suturas, semelhante a pontos de costura. A técnica foi aprovada Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) desde novembro de 2016.

A gastroplastia dura em média uma hora e os pacientes podem deixar o hospital depois de 3 ou 4 horas

Quando é indicada?

A gastroplastia é indicada para pessoas com IMC (Índice de Massa Corpórea) entre 30 e 40, englobando pessoas com obesidade leve e moderada. Nos casos de obesidade mórbida, com IMC acima de 40, e recomendação é uma cirurgia bariátrica.

  • Bypass Gástrico

O que é?

O Bypass Gástrico é um procedimento realizado a partir do ogrampeamento de parte do estômago, que reduz o espaço para o alimento, e um desvio do intestino inicial, que promove o aumento de hormônios que dão saciedade e diminuem a fome. Essa somatória entre menor ingestão de alimentos e aumento da saciedade é o que leva ao emagrecimento, além de controlar o diabetes e outras doenças, como a hipertensão arterial.

Quando é indicada?

Como é um tipo de cirurgia que provoca uma grande alteração no sistema digestivo, o bypass só está indicada para pessoas com IMC superior a 40 kg/m² ou com IMC superior a 35 kg/m² porém, que já tenham sofrido algum problema de saúde derivado do excesso de peso e, geralmente, só é realizado quando outras técnicas, não tiveram os resultados desejados.

  • Sleeve Gástrico

O que é?

Esse procedimento e considerado restritivo e metabólico e nele o estômago é transformado em um tubo, com capacidade de 80 a 100 mililitros (ml).

Essa intervenção também provoca uma boa perda de peso, comparável à do by-pass gástrico.

É um procedimento que já e feito há mais de 20 anos, tem boa eficácia sobre o controle da hipertensão e de doenças dos lipídeos (colesterol e triglicérides).

Quando é indicada?

As principais indicações dessa técnica são as seguintes: pacientes com IMC entre 35 a 40 kg/m2 com indicação de cirurgia bariátrica, principalmente homens em qualquer idade ou mulheres nos extremos de idade (< 18anos ou acima de 60 anos).

1 Comentário

  1. Lariza Melo
    novembro 27, 2019 at 2:39 pm

    Excelente!

Deixe uma resposta para Lariza Melo Cancelar resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *