• 276
  • 0


Como as Atividades Físicas Previnem a Ansiedade e Doenças Crônicas

O período de quarentena por conta do Covid-19 já se alonga por mais de um mês e o custo disso é alto para a saúde das pessoas, pois, agora, tudo que necessitamos realizar é feito dentro de casa – seja os estudos ou o trabalho – assim, a movimentação acaba sendo muito menor do que a de um dia normal.

Mesmo para quem não tinha como hábito a prática de exercícios físicos no dia a dia, pois até a caminhada para ir para a escola, faculdade ou trabalho não está mais ocorrendo e o resultado não é somente uma piora na saúde física como também psicológica, causando o aumento do hormônios que causam ansiedade.

A falta de exercícios físicos por um longo período pode ser prejudicial à saúde e todos os benefícios que ele poderia nos trazer, ainda que realizado em casa com equipamentos básicos, pois as atividades combatem o estresse e a ansiedade, além de diminuir o desejo de a todo momento querer comer alimentos não saudáveis.

Essa vontade por alimentos com açúcar ou gordurosos se dá principalmente por conta do aumento do estresse, que resulta em uma maior produção da quantidade do cortisol e da grelina, conhecido como o “hormônio da fome”. Assim, o cérebro cria uma “recompensa” com alimentos prazerosos e, após isso, vem o sentimento da culpa, causando ansiedade, arrependimento e até depressão, entrando em um ciclo negativo que pode vir a causar doenças crônicas como diabetes, hipertensão, obesidade e dislipidemia.

Para evitar que esses problemas apareçam ou se agravem, é fundamental a prática de exercícios dentro de casa, mesmo que não resulte em um corpo “bonito”, pois ajuda na prevenção dessas doenças e melhora o funcionamento do cérebro.

Para evitar lesões, procure praticar exercícios orientados por profissionais de educação física capacitados. Eles tem disponibilizado vários treinos gratuitos online.

Manter a forma mesmo distante da academia e com poucos aparelhos em casa é possível, entretanto, depende da motivação da pessoa. É necessário que o aluno mantenha uma rotina de treinos e se sinta confortável em realizá-los, além de manter uma dieta saudável e controlada, pois, dessa maneira, o aluno dificilmente perderá aquilo que foi construído antes do isolamento social.

Adicionar Comentários

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *